Exames na gravidez



Quando você descobre que está grávida, seu obstetra com certeza vai pedir uma série de exames indispensáveis para que ele acompanhe sua gravidez da melhor maneira possível. Você sabe quais exames devem ser feitos durante a gestação?

O blog Due Vita indica um material que vai ajudá-la a entender melhor os exames ao longo da gravidez no site da Revista Crescer. É só clicar no trimestre que você está e clicar em entrar. Depois, você fica sabendo todos os exames obrigatórios, recomendados e aqueles indicados em casos específicos. Na dúvida, em todos os casos e em questões ligadas à sua saúde e do bebê, marque uma consulta com o seu médico e fale sobre todos os questionamentos que você tem sobre a gravidez.

Para conferir o site, é só clicar aqui.

Troca de médico durante a gravidez



O médico é um dos personagens principais em uma gravidez. É ele quem vai fazer seus exames, quem irá te dizer o sexo do seu bebê, quem vai te acompanhar, tranqüilizar e orientar durante os nove meses de gravidez. Durante todo esse tempo, você vai ter várias conversas com ele, decidir como quer fazer o parto e passar todas as etapas da sua gestação. E, no meio do caminho, você pode decidir trocar de médico.

E agora? A reportagem da Crescer ajudou a esclarecer algumas dúvidas para fortalecer a decisão na troca de médico. Para conferir a matéria, é só clicar aqui.

Muita calma! Trocar de médico exige consciência e muita conversa. Você, em primeiro lugar, precisa entender o motivo da troca e quais fatores foram determinantes na decisão. Se os seus desejos como mãe não são compartilhados com seu médico, se as opções escolhidas na hora do parto, como hospital, qual método utiliza – parto normal ou cesariana – e outros fatores muito importantes para a mãe podem ser decisivos na decisão. Saiba quais são eles e procure um novo médico com as características que considera indispensáveis.

Relaxe… Trocar de médico também não é algo que precise te deixar nervosa ou angustiada. O ideal é pedir indicações para amigas, parentes e mães que você conhece. Mais importante é conversar com o novo médico escolhido e esclarecer seus medos e questionamentos logo na primeira consulta. Ah, e ficar nervosa não adianta em nada e só vai te deixar mais ansiosa.

O convênio e licenças – Algo que amedronta muito as gravidinhas durante o pré-natal é a dependência do convênio. Com as várias consultas, exames e gastos com o parto, convênio é a saída escolhida da maioria. Mas e se o médico for descredenciado do convênio no meio da gravidez? Pergunte a ele se não há essa possibilidade, se atende o celular durante a madrugada, se o médico não pretende tirar férias ou uma licença em uma data próxima ao parto. Se todos os questionamentos forem suficientemente respondidos, mais um motivo de tranqüilidade.

Empatia. Sentir-se segura com o médico, gostar dos seu jeito de lidar com as situações e confortável na sua presença é indispensável.

Acima de tudo, fique tranquila. Muitas mamães que já passaram por isso contaram que a mudança foi ótima e trouxe ainda mais segurança para a gravidez e para o parto.

Foto: Fleury Medicina e Saúde