Dicas para relaxar na gravidez

Além da felicidade que toma conta da mulher durante a gravidez, vem também o estresse. É uma nova fase, cheia de desafios e dúvidas, o que pode deixar muitas mamães apreensivas e agitadas.

Sabemos que o estresse provoca efeitos nocivos ao nosso corpo, e durante a gravidez isso pode se estender ao bebê. Práticas de atividades relaxantes proporcionam bem-estar físico e equilíbrio no seu estado de espírito. Que tal tirar um tempinho para você?

 

Para proporcionar bem-estar emocional

– Procure participar de um curso de gestantes, onde você poderá ter dicas sobre como se sentir melhor fisicamente e emocionalmente, e também se preparar para o momento do parto.

– Aproveite a companhia das amigas! Tente encaixar na sua agenda programas como um café da tarde, um passeio ou até mesmo um simples visita para por o papo em dia! Conversar sobre os nossos medos e inseguranças com as pessoas em que confiamos ajuda a gente a tranquilizar.

– A gente sabe que vida de gestante é corrida: trabalho, casa, idas ao médico, preparativos para a chegada do bebê! Mas também precisamos de um tempo para nós! Procure fazer algo que de dê prazer, que pode ser desde uma leitura à uma sessão de meditação.

– Positividade! Uma mente saudável é tão importante quanto um corpo saudável. Sabia que é comprovado cientificamente que o pessimismo e o estresse prejudicam o nosso sistema imunológico? Imagine coisas boas e não deixe que pensamentos ruins estraguem o seu humor.

– Está se sentindo triste? Converse com a sua barriga! O seu bebê pode ouvi-la e isso fortalece o vínculo afetivo, além de tornar a sua voz algo familiar uma vez que ele chegar! Lembre-se: você não está na companhia de alguém muito especial 24 por dia, 7 dias por semana!

 

Para proporcionar bem-estar físico

– Comece o dia com uma sessão de alongamento! Alivia a tensão muscular e te ajuda sentir-se mais bem disposta.

– Alimentação é o combustível do nosso corpo! Procure alimentos saudáveis para combater sintomas da gravidez como enjoos e azia. E, claro, mantenha-se sempre hidratada!

– Faça um dia de beleza! Reserve na sua agenda um dia para se dedicar ao seu corpo! Uma exfoliação no corpo além de deixar a sua pele mais luminosa, deixa-a mais macia e sedosa. Vale tudo: manicure, pedicure, cabelo e maquiagem! O importante é você se sentir bem consigo mesma. E não precisa ser no salão: monte um “salão” caseiro e aproveite!

– Sessões de massagem e relaxamento são ótimos para deixar o organismo calmo e tirar a tensão do corpo.

 

Na nossa revista, a Due Vita Mag, fizemos uma matéria com dicas de SPA e relaxamento para as mamães! Confira aqui!

O pilates na gravidez

Um do principais ingredientes para uma vida saudável é a prática de exercícios físicos e durante a gravidez esse lema não deve ser abandonado!



Dentre algumas modalidades, destaca-se o pilates. Por conter exercícios de baixo impacto, essa atividade é perfeita para as futuras mamães. Aumento da flexibilidade, tônus muscular, fortalecimento da região pélvica (o que posteriormente ajudará no trabalho de parto), controle da respiração e relaxamento são alguns dos benefícios associados ao pilates e que podem ser aplicados no momento do parto.

O bebê também recebe benefícios com a mamãe praticando pilates! Quando praticamos exercícios físicos, o nosso organismo libera endorfina, hormônio responsável por nos dar prazer e relaxamento. Uma vez liberada, a endorfina irá, através da placenta, contribuir para o bem-estar do bebê!

Mas lembrem-se bem, mamães: toda atividade física deve ser acompanhada por um profissional e também passar pela avaliação do seu médico de confiança.

Na nossa revista, a Due Vita Mag, as gravidinhas também poderão encontrar uma matéria que evidencia os maiores benefícios da prática do pilates tanto para a mamãe quanto para o bebê!

A importância da vitamina A na gravidez

A vitamina A é de suma importância para a saúde da gestante e para o desenvolvimento e formação do bebê. Ela ajuda no crescimento ósseo do feto e também a aumentar as suas defesas contra infecções.

Mas, como tudo na vida, o seu excesso pode acarretar problemas durante a gestação.

Já foi comprovado que se ingerida em grandes quantidades, a vitamina A pode ocasionar a má formação do feto. Autoridades de saúde recomendam que a carne de fígado seja evitada durante a gravidez. Isso vale também para patês e salsichas.

Já as frutas (como manga, laranja e melão), os legumes amarelos (pimentão, abóbora e cenoura) e folhas verdes ( espinafres, brócolis e couve) são fontes mais seguras de vitamina A para a futura mamãe, e melhores ainda se ingeridos frescos. Leites, ovos e derivados também são ricos desta vitamina, mas devem ser ingeridos sempre bem cozidos.

Algumas mulheres procuram suplementos para nutrirem a sua deficiência em vitamina A, mas é bom salientar que nem todas as vitaminas e minerais são benéficos durante a gravidez. Procure o seu médico antes de começar qualquer a tomar qualquer suplemento.

Enjoo na gravidez

Um dos primeiros sinais da gravidez de uma mulher: o enjoo. Apesar de ser um fato comum durante a gravidez, não é nada agradável e muitas mamães recorrem a diversas receitas com o intuito de minimizar esse mal estar. Mas calma, mamãe! Essa fase é temporária!

O problema afeta a maioria das mulheres (cerca de 70%) durante o primeiro trimestre de gestação e, embora os médicos ainda não detectaram exatamente a sua causa, existem alguns fatores que podem ser acarretar o enjoo.
As alterações hormonais, dentre outras coisas, deixam o olfato da algumas mulheres extremamente apurado.
Portanto o que antes era um cheiro comum para você, passa a ter um odor muito mais forte, podendo causar o enjoo. Outro indicativo mostrado em estudos médicos é a progesterona, hormônio que deixa o estômago mais preguiçoso, havendo uma demora no trato gastrointestinal. Isso faz com o que o alimento demore a chegar ao intestino, provocando enjoos e, em alguns casos, vômitos.

O enjoo não prejudica o bebê, a não ser que a gestante venha a perder peso ou no caso de vômito intenso. Mas, mesmo assim, alguns cuidados devem ser tomados quanto ao enjoo. A falta de apetite pode trazer prejuízos tanto para a mamãe quanto para o bebê, pois a alimentação fica comprometida, deixando de enviar nutriente ao organismo.

Em uma entrevista a um programa de televisão, a cantora americana Kelly Clarckson contou que chega a vomitar cerca de 12 vezes ao dia! A mamãe Kate Middleton também revelou que sofria de enjoos em sua gestação e disse que comia biscoitos de lavanda para amenizar o sintoma.

Conheça algumas medidas que podem ajudar você mamãe que está passando por essa fase:

– Coma frutas cítricas, como abacaxi, limão, morango. Cerca de 4 a cinco porções por dia.
– Gengibre também ajuda a amenizar os enjoos. Consuma nas refeições ou chás.
– Evite alimentos com muita gordura e fritura, pois são de difícil digestão
– Como pouco e em intervalos curtos – cerca de 2 horas.
– Evite se deitar logo após comer
– Anote em um diário tudo aquilo que te deixa enjoada, assim ficará mais fácil de evitar os alimentos causadores.
– Hidrate-se bastante! Se a água também está te deixando com enjoo, experimente colocar uma fatia de limão.